Ex.: Agua para elefantes ou Al Pacino
Quem Somos

O Projeto A Hora Do Cinema foi ao ar em 03 de dezembro de 2010, desenvolvido a partir de um blog com o mesmo nome, criado pelo Professor Antonio Junior e o Programador Marcos Henrique. O objetivo inicial era promover um espaço virtual para comunicação sobre os temas do mundo do cinema, como notícias sobre lançamentos, curiosidades de bastidores e críticas de filmes.

A ideia surgiu em 2009, após a participação do Professor Antonio Junior no Super-Quiz do programa Cena de Cinema do jornalista Renato Martins da rádio Ipanema FM de Porto Alegre – RS, onde na ocasião ele acabou acertando todas as 25 questões Propostas, e assim se habilitou a ganhar um I Phone. No ano seguinte o Professor Antonio Junior uniu-se ao Programador Marcos Henrique para dar inicio ao já mencionado Plano Piloto do Projeto, ou seja, a construção do Blog A Hora Do Cinema: ahoradocinema1.blogspot.com.br, o trabalho foi gradual, primeiramente com o Blog e depois de certo fortalecimento da Marca, ocorrido no início de 2012, acresceu-se ao Projeto A Hora Do Cinema, o Site A Hora Do Cinema: www.ahoradocinema.com

Antonio Junior complementa: "o foco é a expansão e consolidação da marca ‘A Hora Do Cinema’, independente do meio (Blog ou site). É um grande desafio, mas estamos confiantes, pois é um processo lento e gradual".


Onde tudo começou:


Antonio Junior é formado em Educação Física (Licenciatura Plena) pelo Instituto Porto Alegre "IPA", pós-graduado em Acupuntura pelo Colégio Brasileiro de Acupuntura "ABACO", e mesmo que a profissão não se encaixe, sua paixão mesmo é pelo cinema, são os filmes.


Antonio Junior relata:


"Lembro-me até hoje onde tudo começou, foi na minha infância, mais precisamente no início dos anos 80 na companhia de meus pais e de minha irmã, a matiné era sagrada para nossa família, a base de Trapalhões, Teixerinha (filme regional-RS), também tinha muita Arte Marcial protagonizada por nada mais nada menos que ele, sim ele mesmo o grande Bruce Lee. Às vezes saíamos da rotina e íamos mesmo durante a semana no turno da noite, tal momento ficou em minha mente eternizada pelos filmes do Homem-Aranha."

"Mas para ser honesto! A paixão pelos filmes já existia muito antes disso, sim vinha dos anos 70, pois, mesmo criança adorava assistir filmes de terror escondido de meus pais na televisão, e o grande herói daquela época, era o eterno Conde Drácula na pele de Christopher Lee. Foi assistindo na TV "A Dança dos Vampiros" de Roman Polanski, é que eu aprendi que o terror poderia ser algo mais alegre sem perder com isso a sua verdadeira meta, que é causar sustos em seus espectadores."

"Voltamos para os anos 80, na segunda metade da década e temos a onda do Vídeo Cassete com sua fita em VHS, algo descomunal para os dias de hoje, meu primeiro momento com este aparelho para assistir filmes, foi na casa de meu vizinho e amigo Douglas, a cada filme assistido naquele aparelho eu me perguntava, ‘meu Deus o que é isso? É uma maravilha! Você vai até a locadora e escolhe seu filme favorito, assiste na hora mais adequada para você. Precisarei reavaliar minhas economias e adquirir um desses aparelhos’, porém, meu salário não era o suficiente para se comprar um Vídeo Cassete, e coube a meu Pai realizar a minha alegria e também de minha família com a compra do aparelho tão sonhado. Esse momento foi o de filmes como Máquina Mortífera, A Morte Pede Carona, Duro de Matar, mas, o quê realmente ficou, foi assimilar os filmes inspirados na obra de um grande escritor, rotulado erroneamente como um escritor somente de Suspense e Terror, falo de Stephen King. Meu primeiro contato com a filmografia que virou a sua obra literária foi em filmes como Carrie, A Estranha, Cemitério Maldito (ambos assistidos na TV), Cemitério Maldito II (assistido no Vídeo Cassete) e de lá para cá venho tentando assistir tudo o que é possível dos filmes inspirados na obra do escritor Stephen King."

"Chegando aos anos 90, cito como destaques da primeira metade desta década, filmes como Ghost - Do Outro Lado da Vida, Esqueceram de Mim, A Mão Que Balança o Berço etc., já na segunda metade da década de 90, fase de meu namoro com minha futura e atual e única esposa ‘Betina’, acabei voltando para a fase do escurinho do cinema, com destaques para Don Juan DeMarco (fase final da carreira do inesquecível Marlon Brando), Tiros na Broadway de Woody Allen, O Carteiro e o Poeta."

"Para encerrar este pequeno histórico de minha paixão pelo cinema, melhor falando sobre os filmes em si, chegamos ao novo milênio até os tempos atuais. O começo deste milênio foi uma fase onde resolvi adquirir através da compra, os filmes em DVD e o primeiro DVD que eu comprei foi Os Meninos do Brasil de Franklin J. Schaffner e de lá para cá perdi as contas de quantos DVD’s eu já comprei. Dando sequência aos anos 2.000, cito a minha participação em 2009 no Super-Quiz do programa Cena de Cinema do jornalista Renato Martins da rádio Ipanema FM de Porto Alegre – RS, como um ponto de grande importância de minha expansão sobre conhecimentos do bom cinema, nesta participação acabei assistindo aquele que para mim é o melhor filme de todos os tempos, o italiano ‘Cinema Paradiso’, conheci a grandeza do cinema realizado por Fritz Lang, me aprofundei ainda mais na obra de Alfred Hitchcock, aprendi a gostar do cinema francês (França o berço do cinema), mantive contato com outros sites especializados em cinema, enfim estes foram alguns dos ganhos que eu obtive em participar deste Super-Quiz, além da vitória, onde acertei todas as 25 perguntas."

"Obrigado pela atenção! E que vocês possam acompanhar o Projeto A Hora Do Cinema, e quem sabe podendo colher algum fruto, pois, prometo seguir tentando deixa-los atualizados diariamente com assuntos diversos relacionados com o melhor do cinema." - ANTONIO FRANCISCO DA SILVA JUNIOR, sócio fundador do Projeto A Hora Do Cinema


Equipe Responsável:


Professor Antonio Francisco da Silva Junior;

Programador e estudante de Sistemas para Internet Marcos Henrique da Silva;

Publicitário Freddy Paz;

Relações Públicas Daiane Pinheiro Janner;

Blogueiro e crítico de cinema Marcelo Castro Moraes;

Blogueiro e estudante de cinema Marcelo Rodrigues.